A diferença entre marketing, publicidade, relações públicas e jornalismo

É na comunicação que residem quatro grandes áreas de negócios: marketing, publicidade, relações públicas e o jornalismo.

A necessidade por pensar em estratégia para a exposição de marcas de forma mais eficaz fez com que o marketing surgisse como ferramenta de compreensão do mercado para atacar os públicos-alvo de forma coerente.

O marketing estuda as causas e os mecanismos que regem as relações de troca (bens, serviços ou ideias) e pretende que o resultado de uma relação seja uma venda satisfatória para todas as partes que participam no processo. Com a expansão do uso da internet e o mediatismo das redes sociais, o marketing caminha hoje para um trabalho ainda maior de inteligência de negócios, pois é possível entender o comportamento dos clientes e os hábitos de aquisição por meio da análise do cruzamento de dados de diversas fontes.

A publicidade não é imparcial nem informativa, é uma atividade profissional dedicada à difusão pública de ideias associadas a empresas, produtos ou serviços. Este meio de comunicação serve para a construção de imagens e opiniões, e usa principalmente a emoção para atingir o público ou a repetição de palavras para incutir uma ideia. A publicidade é produto de uma estratégia, é essencial para que o marketing torne uma marca conhecida.

As Relações Públicas são a prática de gerenciar a troca de informações entre um indivíduo, uma organização, ou ao público. O objetivo deste profissional é persuadir potenciais clientes, investidores, parceiros, funcionários e outras partes interessadas a manter certos pontos de vista sobre um assunto. O RP pode ser visto como o braço direito do jornalista na criação de textos, embora defenda, acima de tudo, o ponto de vista do cliente.

Essencialmente, o jornalista trabalha de forma imparcial, e apoia-se em algumas teorias, transmitindo informações noticiosas para diferentes públicos.

Todas essas áreas são comunicação, cada um com o seu próprio funcionamento e mecânica, cada organização precisa de ser tratada com inteligência para se conseguir posicionar de forma inteligente no mercado. O trabalho em conjunto dessas forças é chave para criar a percepção da marca e lidar com os concorrentes.