A Transformação Digital e os novos modelos de negócio

movers&shakers

Apesar de a nova tecnologia ser uma constante no mundo de consumo atual, as organizações encontram-se ainda a tentar distinguir tendências de “modas”. Mais importante ainda, muitas estão a debater-se sobre como devem adaptar filosofias, modelos e sistemas para potenciar as tecnologias disruptivas dentro e fora da organização para melhorar a experiência de clientes e colaboradores.

A verdade é que a tecnologia é imparável e cada nova onda de inovação apenas continua a testar modelos de negócio e permitir a uma dinâmica distinta no mercado. Os mercados encontram-se a evoluir e, em determinado momento, o comportamento do consumidor e as expetativas avançam mais rapidamente que a capacidade dos gestores para aceitar que as coisas estão a mudar e para atuar em conformidade.

Não nos encontramos, contudo, a voltar a um tempo mais “simples” ou a um mundo mais lento e menos conectado. Este é uma era de Darwinismo Digital, no qual a tecnologia e a sociedade estão a evoluir mais rapidamente que a necessidade para nos adaptarmos. A cada nova tendência e a cada novo dispositivo, as organizações são confrontadas com novas oportunidades e desafios nos quais competir. Mas é desta forma que o negócio muda, num ecossistema de sobrevivências das organizações e profissionais mais capazes.

Para competir no futuro, os gestores e líderes necessitam de pensar para além da sobrevivência no dia de hoje. Precisam de procurar a inovação no modo como as organizações podem subsistir num era cada vez mais digital, saber hoje como conseguir vingar nos mercados em evolução de amanhã.