Compreender a comunicação integrada de marketing

successsteps

Atualmente, a comunicação integrada trabalha em sintonia com diversos aspetos, sendo um deles a imagem que se quer transmitir e a sua relevância. Assim, deve ter em consideração alguns aspetos fundamentais:

  • Plano de comunicação empresarial,
  • Identidade visual,
  • Conteúdo relevante,
  • Informação objetiva/consistente,
  • Comunicação similar.

Quando se comunica através de conteúdos, todos estes tópicos resultam melhor se forem trabalhados em conjunto, porque a junção de todos é mais eficiente do que o foco num só. Isto é, o plano empresarial deve estar em sintonia, todos os elementos devem estar interligados, a fim de atingir um resultado eficaz. Quando criamos informação esta deve ir ao encontro da identidade visual de toda a estrutura, tudo deverá seguir o mesmo caminho com o intuito de chegar ao mesmo fim. Se a identidade visual transmitir uma ideia e o conteúdo que partilha no website da empresa refletir outra, pode por vezes levar à insegurança por parte do público e revelar uma fraca ligação estrutural.

A mensagem a transmitir deve ser objetiva, com um só ideal, ou seja, igual em todos os canais de comunicação que a empresa utilizar. Ou seja, qualquer tipo de conteúdo que a empresa produza, bem como as estratégias de marketing direto, publicidade, comunicação nas redes sociais e assessoria de imprensa precisam de comunicar da mesma forma.

Assim, o papel da comunicação integrada de marketing pode ser considerado como uma vantagem competitiva quanto ao reforço na estratégia de posicionamento que pretende ser aplicada, como também pode resultar numa menor sobreposição de tarefas e gastos desnecessários de recursos.

A constante presença na mente dos consumidores é algo que as organizações devem ter em consideração, potenciando a introdução de mensagens consistentes e contínuas que visem aumentar o valor criado pelos clientes, coerentes com a estratégia de branding seguida.