GS1 PORTUGAL RENOVA ESTRATÉGIA DE COMUNICAÇÃO PARA REFORÇAR POSICIONAMENTO

logoLisboa, 12 de setembro de 2017 – A GS1 Portugal relança a estratégia de Comunicação com o objetivo de tornar mais clara, presente e percetível a atuação da Associação no mercado nacional e a relevância dos serviços que disponibiliza. Simultaneamente, pretende tornar a comunicação mais alinhada com o Plano Estratégico definido em 2015 para o horizonte 18/20. Tendo surgido associada à aplicação de um sistema de código de barras em Portugal – Sistema GS1 – a GS1 alcança hoje uma realidade alargada enquanto entidade responsável pela adoção e implementação de normas que revolucionam a forma de fazer negócio, em setores tão diversificados como o Retalho e Bens de Consumo, a Administração Pública ou a Saúde, num total de aproximadamente 8.000 Associados.

 

A estratégia idealizada integra um plano de posicionamento sustentado no contacto dirigido aos órgãos de comunicação social, na presença em plataformas online, em eventos nos quais a organização intervém e na relação de proximidade estabelecida com os Associados da GS1 no mercado nacional, em particular com as Micro e PMEs. Vai ser implementada em parceria com a Say U Consulting.

Joao

 

 

Para João de Castro Guimarães, Diretor-Executivo da GS1 Portugal, “a realidade de atuação da GS1 Portugal é hoje claramentedistinta do início da sua atividade, quando em 1985 a Associação introduziu o sistema de códigos de barras uniformizados em Portugal. A GS1 é hoje mais do que uma organização de standards comerciais, assumindo-se enquanto agente neutro na rede de parceiros que colaboram para melhorar a eficiência das operações, a qualidade da informação comercial, promover o desenvolvimento dos negócios e a partilha de boas práticas numa comunidade empresarial, vital ao sucesso do mercado. Esta intervenção de caráter diversificado é visível na inauguração, no ano passado, da nossa nova Sede e Centro de Inovação e Competitividade, mas também na forte dinamização de projetos de valor acrescentado e na consolidação do nosso papel enquanto parceiro de confiança dos nossos Associados e empresas nacionais”.

 

 

A GS1 Portugal tem como principal visão ser o parceiro de confiança dos seus Associados e Stakeholders. É com esta premissa que procura estar ao lado das empresas no sentido de acompanhar a evolução do mercado e apresentar as melhores soluções para responder aos atuais e futuros desafios de mercado, sempre com o objetivo de melhorar a eficiência dos negócios. Desta forma a definição das macrotendências globais[1] – sustentabilidade, saúde e bem-estar, segurança alimentar e economia end-to-end – estão na base da definição das prioridades da GS1 Global, designadamente: transparência, fidelização do cliente, rastreabilidade e modelo de loja de futuro; prioridades que foram consideradas no Plano Estratégico da GS1 Portugal, elaborado em 2015 para o horizonte temporal de três anos, e que é hoje implementado em todas as soluções que são desenvolvidas a nível nacional. Um plano que define, de forma clara e objetiva, qual o posicionamento da GS1 Portugal: um agente neutro, que promove uma rede colaborativa de parceiros de negócio e fomenta a unidade de ação entre as empresas sempre com o objetivo final da satisfação do cliente. Desta forma, a inovação (especialmente na área de serviços para a transformação digital), a garantia da qualidade dos dados dos produtos e a promoção da partilha segura de informação fidedigna ao longo das cadeias de valor são prioridades no trabalho diário da GS1 Portugal.

 

A Associação assegura que a informação dos serviços, produtos, bens e ativos dos seus Associados é identificada, capturada e partilhada com os seus parceiros comerciais – e recebida por estes com a mesma exatidão e rigor, em qualquer ponto da cadeia de abastecimento, em qualquer parte do mundo. O caráter neutro e sem fins lucrativos permite à GS1 Portugal reunir hoje empresas de toda a cadeia de valor, muitas vezes concorrentes entre si – desde produtores de matérias-primas, detentores de marcas, distribuidores e retalhistas a associações industriais e prestadores de serviços tecnológicos – atuando como um parceiro de confiança na conquista de negócios mais eficientes e sustentáveis.

 

Sobre a GS1 Portugal:

Fundada em 1985 pela Indústria da Produção e do Retalho, a GS1 Portugal é uma das 112 organizações-membro da GS1 e a entidade autorizada para gerir o Sistema de Standards GS1 em Portugal – desenvolve, adota e implementa normas (standards) que revolucionam a forma de fazer negócios. Perto de 8.000 empresas dos diferentes setores de atividade aderiram e acreditam no Sistema GS1 para transformar a maneira como trabalhamos e vivemos.

Informações adicionais em http://www.gs1pt.org.

[1] Estudo The Future Value Chain com a participação da GS1 Global