#4PRGeeks | Saiba Potenciar uma cultura dinâmica

4prgeeks

Dado o nível de investimento que as marcas se encontram a desenvolver na sua transformação digital, não se afigura surpreendente que o ritmo de actividade em torno deste conceito acelere no futuro próximo. 95% das organizações reportam que a velocidade da sua transformação irá acelerar nos próximos três a cinco anos, e uma em cinco espera que este panorama evolua muito rapidamente Independentemente da rapidez de mudança esperada, é importante recordar que a transformação digital é uma meta a longo-prazo.

Nos dois últimos anos, o número de empresas que afirmam encontrar-se na fase final da sua transformação digital manteve-se inalterado. Do mesmo modo, manteve-se o número de organizações que planeiam desenvolver um processo integral de digitalização ou que o estão a implementar. A grande mudança neste período encontra-se num claro reposicionamento de projetos pontuais de digitalização rumo a um plano mais estruturado e global.

Estes resultados parecem sugerir que, nos dois últimos anos, tem vindo a verificar-se um impulso no que concerne iniciativas de transformação digital, bem como a compreensão da necessidade de desenvolver este percurso. À medida que a visibilidade deste assunto entre a gestão aumenta e o investimento cresce, a fase de planeamento deverá também ser alargada. Por esse motivo, apesar de aparentemente nenhum progresso estar a ser conseguido, tal deve-se simplesmente ao facto de o contexto mudar tão rapidamente como o planeamento e a execução no seio das organizações.

A reorientação de ações de carácter pontual para uma lógica de planeamento demonstra um passo importante no percurso de transformação digital, à medida que aumenta a relevância destas iniciativas no ambiente organizacional.

Fonte