Como podem as RP enfrentar uma crise?

enfrentar uma crise

As crises numa organização são quase inevitáveis e por vezes bastante desagradáveis. Cabe ao profissional de Relações Públicas (RP) lidar com a crise. Uma resposta correta e a boa resolução de uma crise podem reparar a confiança perdida pelo público e até reforçar a imagem da organização.

Conheça alguns dos pressupostos básicos na hora de lidar com uma organizacional:

  • Pedir desculpa em caso de responsabilidade. Errar é humano e pode acontecer em qualquer organização. O importante é reconhecê-lo, admiti-lo e tentar resolvê-lo. No entanto, há que ter em atenção que pedir desculpa pode ser visto como uma admissão de responsabilidade e caso esta seja alheia é importante assumir e resolver o problema, mas não acartar com a culpa. Assumir e resolver o problema previne e evita uma futura questão semelhante.
  • Manter os colaboradores sempre informados. Comunicar primeiro e com frequência com os colaboradores é decisivo para minimizar a desinformação. É sempre preferível ser a empresa a controlar a comunicação, evitando que sejam os media ou outras fontes a disseminar informações ou interpretações erradas. Quanto mais clara, transparente e fluída for a comunicação interna maiores as hipóteses de todos os colaboradores refletirem a nível externo uma empresa positiva e com boa imagem.
  • Ser pragmático a lidar com o público online. As redes sociais aceleram exponencialmente a velocidade, já de si rápida, de disseminação de informação. Ao mesmo tempo permitem uma maior proximidade e comunicação recíproca com todos os stakeholders. Em caso de crise é vital que as organizações mantenham uma mensagem coerente e sucinta, evitando entrar na espiral de desinformação que carateriza as redes sociais.

Abertura, transparência, sinceridade e controlo da comunicação para com todos os stakeholders são os ingredientes de sucesso para a boa resolução de uma crise. Uma crise bem resolvida é uma experiência e um património de valor inestimável a longo para as organizações e profissionais de RP.