Ousadia: uma comunicação de futuro

ousadia

Para a maioria setembro é sinónimo de começos. Mesmo com toda a novidade que estes trazem, os desafios são antigos e constantes: eficácia no que se faz e nas relações que se constroem, numa era de mudança permanente trazida pela tecnologia.

A tecnologia tem transformado a génese das nossas vidas profissionais e pessoais, num mundo cada vez mais “pequeno” e exigente, onde a informação se tornou o ativo mais importante das organizações.

Informação essa que tem de ser disseminada com cada vez maior precisão, numa escolha acertada entre a multiplicidade de canais existentes para garantir que a mensagem não se perde na infinidade imediata de conteúdos disponíveis e acessíveis.

A evolução tecnológica melhorou significativamente os canais de comunicação que permitem às marcas alcançar os seus públicos, que, de forma recíproca, ditam tendências e orientações que as organizações são obrigadas a prosseguir sob pena de colocarem em risco a sua sustentabilidade.

A vida das marcas e a sua existência depende cada vez mais da sua resistência ao ritmo e mudanças do mundo atual e à sua adaptabilidade às exigências e anseios do seu target, como seja a responsabilidade social corporativa ou a sustentabildade, a privacidade e proteção de dados ou sobre  revolução do e-commerce, temas de atualidade hoje e amanhã.

Em setembro falamos sobre futuro e o seu impacto na identidade corporativa que construímos a cada dia e a cada instante. Em setembro falamos sobre a ousadia na comunicação como estratégia de negócio das marcas para alcançar os seus públicos.

Desafie-nos. E desafie-se a comunicar com ousadia para responder com eficácia aos desafios e construir relações de futuro.