COMO INFORMAR NA ERA DA DESINFORMAÇÃO?

COMO INFORMAR NA ERA DA DESINFORMAÇÃO?

Vivemos numa era em que o perigo da desinformação se tornou incontornável. A televisão e, numa fase posterior, as redes sociais, vieram alterar por completo a forma como hoje comunicamos e deram origem à realidade hoje tantas vezes discutida das fake news. Aos profissionais de relações públicas são apresentados novos desafios, que obrigam a repensar posicionamento e respostas num novo panorama comunicacional.

O equilíbrio entre o compromisso assumido para com determinado cliente e as obrigações morais que devemos respeitar enquanto elementos de uma comunidade mais vasta é difícil de alcançar. Na ausência de um código deontológico “oficial” para os profissionais de comunicação, são os princípios éticos e morais de cada um de nós que devem nortear a nossa ação.

É extremamente importante que as relações públicas se posicionem como trust advisors e contribuam para uma sociedade mais clara e com menos ruído. A defesa dos interesses dos nossos clientes deve ser sempre assumida através da apresentação de factos e informação que contribua para o esclarecimento da opinião pública, ao mesmo tempo que cumprimos as metas de visibilidade e reputação da marca com a qual trabalhamos.

O atual panorama mediático apresenta-nos inúmeros desafios aos quais as relações públicas têm de saber dar resposta. O futuro do setor vai depender, em grande medida, da forma como essa resposta for dada e da imagem que for transmitida para a opinião pública.