ROC DISCUTEM AUDITORIA E NOVOS CAMINHOS

 

Os Revisores Oficiais de Contas (ROC) vão reunir-se no seu XIII Congresso para refletir sobre os novos caminhos. Com o ministro das Finanças na abertura e o da Economia no encerramento, o evento junta oradores de referência para um debate incontornável. 

 

 Lisboa, 19 de agosto de 2019 – A Ordem dos Revisores Oficiais de Contas (OROC) organiza a 12 de setembro, no Fórum Lisboa, em Lisboa, o XIII Congresso dos ROC. O evento tem como tema “Auditoria – Novos Caminhos” e o desenvolvimento e novas tecnologias, a cibersegurança e a globalização são alguns dos assuntos em destaque, num programa marcado pela participação de oradores de mérito reconhecido a nível global.

O futuro da economia e da finança passará por caminhos determinados pela evolução tecnológica e social e a OROC trabalha para que a auditoria esteja na frente dos percursos, eventualmente desconhecidos, apresentando soluções e fornecendo respostas para os problemas e questões em constante evolução e mudança.

A cada três anos, o Congresso dos ROC tem-se posicionado como o evento de referência para a reflexão sobre as temáticas mais pertinentes e na sua XIII edição, a 12 de setembro, conta com um painel de oradores que dispensa apresentações e garante que a discussão a ter lugar neste evento seja incontornável.

A abertura do XIII Congresso dos ROC cabe a José Rodrigues de Jesus, Bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas, num painel que conta ainda com as intervenções do Professor Mário Centeno, Ministro das Finanças, da Dra. Gabriela Figueiredo Dias, presidente da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) e do Conselheiro Ernesto Cunha, Vice-Presidente do Tribunal de Contas.

Para debater o tema Desenvolvimento e Novas Tecnologias está confirmado um painel composto pela Professora Fernanda Ilhéu, Investigadora e Professora do ISEG, o Padre Afonso Seixas Nunes, Sacerdote Jesuíta e Docente na Universidade de Oxford e o Professor Arlindo Oliveira, Presidente do Instituto Superior Técnico.

Depois do almoço discute-se Governo das Sociedades, Cibersegurança e Globalização com o Professor Nadim Habib, Docente da Nova School of Business da Universidade Nova de Lisboa, o Almirante António Gameiro Marques, Diretor-Geral do Gabinete Nacional de Segurança e com Nicolau Santos, Presidente da LUSA e jornalista.

O painel seguinte, composto pela Dra. Isabel Ucha, Presidente da Euronext, pelo Dr. Francisco Miranda Rodrigues, Bastonário da Ordem dos Psicólogos Portugueses e por Alan Johnson, Vice-Presidente da International Federation of Accountants (IFAC), irá abordar o tema Mercados, Pessoas e Informação.

Tal como a abertura, o encerramento cabe a José Rodrigues de Jesus, Bastonário da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas, numa sessão que terá ainda as intervenções de Óscar Figueiredo, Coordenador da Comissão Organizadora do XIII Congresso da OROC e do Professor Pedro Siza Vieira, Ministro adjunto e da Economia.

Segundo o Presidente da Comissão Organizadora do XIII Congresso da Ordem dos Revisores Oficiais de Contas (OROC), em tempos de volatilidade e mudanças constantes na realidade económico-financeira global, é papel da auditoria fortalecer as organizações e ajudar a desenvolver as economias”. O XIII Congresso da OROC é o “palco privilegiado para a partilha de experiências e conhecimentos com impacto na abordagem dos riscos atuais e futuros da auditoria, seja de empresas privadas ou de entidades públicas”. O Bastonário da OROC, José Rodrigues de Jesus, reforça lembrando que a OROC tem “investido nas melhores práticas e quer partilhar desse esforço com todos os agentes com responsabilidades na qualidade da informação”, insiste que devemos “caminhar juntos”.

As inscrições no XIII Congresso da OROC, abertas até 12 de setembro e com um custo de 100 euros, poderão ser feitas utilizando a ficha de inscrição que está no site da OROC – http://www.oroc.pt/ – e enviadas para sec.orgsociais@oroc.pt  ou para  XIIICongresso@oroc.pt. Também poderão ser feitas através do telefone 213 536 158.Programa Congresso OROC