O que mudou no Product Placement dos últimos 10 anos?

Muitas marcas têm vindo a focar a sua comunicação no produto enquanto protagonista dos seus conteúdos digitais. Mas a criatividade faz a diferença.

O termo product placement começou a ser reconhecido em meados de 1980 mas esta técnica de comunicação já era utilizada antes mesmo do nascimento do cinema.   

Enquanto anteriormente os produtos e as marcas eram publicitados de formas explicitas em filmes e séries de renome, atualmente isso é feito de forma cada vez mais subtil.

Existem exemplos que todos conhecemos tais como no filme Superman com as marcas Marlboro e Coca-cola. (https://www.youtube.com/watch?v=vkfUUqowQjA)

Em 1982, no filme E.T., a Coca-cola aparece também em grande destaque juntamente com outras marcas. (https://www.youtube.com/watch?v=AfAzUAxWELU)

Um dos exemplos de maior sucesso fez parte da campanha presidencial norte-americana de 2008 de Barak Obama com o Burnout Paradise, da Xbox 360.

Os resultados foram astronómicos e levaram a níveis de engagement muitos positivos com o target pretendido tal como uma votação em massa de jovens nas eleições presidenciais.

Como exemplo mais recente temos a Hyundai que até 2017 manteve uma parceria com a Netflix para séries como o Demolidor, Jessica Jones e Luke Cage, entre outras.

Isto mostra como as marcas podem e devem estar presentes no quotidiano do consumidor e adaptar-se a essa realidade, neste caso diminuindo a frequência com que aparecem em filmes e investindo mais nas séries, por exemplo, com parcerias estratégicas.

Graças a esta adaptação e um constante estudo de mercado e tendências as redes sociais passaram a ser utilizadas como ferramentas essenciais de comunicação com os consumidores e o posicionamento do produto passou a estar presente no dia-a-dia do utilizador.

As marcas têm vindo a evoluir e a ser cada vez mais criativas na execução do product placement e na produção de conteúdo patrocinado que passa bastante despercebido.

A American Express como um bom exemplo de criatividade

A American Express ( https://www.instagram.com/americanexpress/?hl=pt) é uma marca que coloca o seu produto como denominador comum na construção do feed de Instagram e publica  momentos do dia-a-dia inspiracionais e imagens partilhadas por utilizadores, com o cartão como protagonista.

Sempre com os vários cartões da marca contextualizados nos cenários criados, esta é uma estratégia que permite comunicar o produto de forma relevante, num canal que vive de imagem e momentos.

Como sabemos, cada vez mais o vídeo e a imagem são valorizados no universo digital, uma vez que enquanto utilizadores temos pouco tempo para ler conteúdos extensos e ansiamos intuitivamente por diversidade e por uma leitura facilitada.

Estar presente no dia-a-dia do utilizador pode ser uma estratégia útil e de sucesso, proporcionando momentos de inspiração e até mesmo curiosidade com um conteúdo que fuja à tradicional publicidade.

Enquanto consumidores de conteúdo digital somos verdadeiramente bombardeados com publicidade no Instagram, Facebook, Linkedin entre outras plataformas. Mas esta nova forma de publicitar o produto com foco na experiência com uma abordagem menos comercial é uma mais valia que claramente tem vindo a conquistar seguidores.